quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Rastros químicos no céu. Para quem não acredita, veja:

 Imagens de dentro de um avião que espalham CHEMTRAILS!



O que são Chemtrails?
Chemtrail é um rastro químico que alguns aviões deixam, inicialmente o governo mundial falavam que esses aviões eram usados para a diminuição do aquecimento global, mas ao passar dos anos muitas teorias da conspiração foram aparecendo.
Desde liberar químicos para proliferação de doenças até uma das mais consistentes que é a teoria de que os chemtrails são para embaçar o céu por um curto período de tempo. 
Esses rastros não são para salvar o planeta e pelo menos por enquanto não esta ligado ao despovoamento, mas em caso de um ataque para diminuir a população mundial, qual ataque seria melhor do que o uso de chemtrails. Por enquanto esses rastros químicos tem a função de não deixar os meros mortais descobrirem o que esta por tras das nuvens, até porque temos algumas incertezas para 2013 como o cometa ISON.

O governo nega que essas fotos que iremos mostrar agora são de aviões que espalham os Chemtrails, afirmando que os barris no interior desses aviões, são para simular o peso de passageiros ou de carga, mas porquê barris pressurizados que custam muito dinheiro para simplesmente simular peso de um passageiro?
 


Os tanques pressurizados retardantes no 747 supertanker. O retardador é obrigado a sair por ar comprimido, bem como sobre o C-130 petroleiros ar QFP.

E abaixo vemos a parte externa do avião com quatro bicos que são para dispensar o retardador, formando assim os famosos chemtrails.
A patente nos tanques é US7413145, http://www.google.com/patents/US7413145.




Esses barris eles tem um método para gerar fogo de supressão potável utilizando um retardador de fogo para o sistema de distribuição de produtos químicos, facilmente adaptáveis para várias marcas de aeronaves.O sistema de distribuição é independente e reutilizável. Ele permite que a aeronave transporte e despeje a carga, sob controle.  E o sistema é muito utilizado para combater incêndios por via de produtos químicos em florestas, mas por qual motivo eles usam isso acima das cidades sem nenhum incêndio?



Corre pela internet até mesmo os supostos produtos químicos dos Chemtrails, dizendo que chemtrails são compostos por 3 átomos de Carbono e 7 átomos de Hidrogênio, CH2 (CH3) CH2, que são pulverizados no nosso céu pelos aviões.

Alguns países não permitiram que Chemtrails fossem liberados em seu espaço aéreo, dando enfase a China, que não aceita nenhum avião militar liberando químicos em seu espaço aéreo.




A cada dia que passa os aviões deixando rastros químicos aumentam consideravelmente, no youtube existem varios videos desses aviões. E principalmente no Brasil são varios relatos desses Chemtrails, e a população tanto crianças como adultos alienados por uma elite globalista, acham interessantes e até mesmo bonitos esses rastros químicos.
No dia 25/08/2013 foi feito a marcha contra os Chamtrails e Geo-Engenharia e existe na internet até uma petição contra esses rastros químicos. No Brasil as cidades listadas da marcha foram Curitiba e Porto Alegre.


Este acima é um Supertanker para pulverizar agentes químicos, o mais impressionante de tudo são as dimensões do tanque, podendo armazenar muito produto químico, este tanque esta armazenado em um avião 747, que dizem ser o essencial para dispensar agentes químicos pelo mundo.
O que ainda impressiona muito é que o 747 tem sua primeira aparição em 1969 em um comercial onde era apresentado o avião para os compradores, e nas imagens de 1969 ja via tanques sendo introduzidos a esse avião, a pergunta que fica é se fizeram um avião com tanques ja pensando no que poderia acontecer no futuro ou foi um avião feito para problemas como queimadas?

O video abaixo mostra o comercial do Boeing 747.




Alguns pesquisadores afirmam que uma doença chamada Sindrome de Morgellons é causada pelos Chemtrails, a Sindrome de Morgellons tem uma variedade de sintomas na pela, como formigamento, mordeduras, sensações de ferróes e manchas vermelhas, porem algumas autoridades cientificas relatam que essa não é uma nova doença e que na verdade tem um novo nome, e concordam que Morgellons é uma condição bem conhecida, como parasitores delirantes.




O problema que esses aviões podem facilmente fazer um ataque químico ou biológico de grande escala para diminuir a população mundial, até porque sabemos dos planos da elite globalista para a redução de até 90% da população.
Um ataque com algo que é corriqueiro em nossas vidas poderia até passar despercebido pela população que acompanha somente a mídia televisiva que a cada dia consegue alienar mais pessoas.
Não podemos cair na cilada da mídia.
Abaixo veremos um tanque sendo implantado em um avião militar norte-americano.




Mesmo com todas essas provas que temos ultimamente para dizer que as Chemtrails é apenas mais uma das manobras da elite globalista para alienar ou exterminar mais da metade da população, as pessoas ainda são céticas e tarjam aqueles que defendem essas idéias como loucos. Mas um dia a verdade ira aparecer e aqueles que não ouviram os conselhos dos loucos irão prontamente lembrar do dia em que foram alertadas e não queriam nem saber.
A seguir confira mais fotos de supostos aviões que carregam agentes químicos com o propósito de levar Chemtrails para o nosso espaço aéreo.













Fonte: O correio de Deus

Alerta



“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.” (2Tessalonicenses 2.3)
Recentemente os jornais de todo o mundo publicaram uma declaração do Vaticano, vinda do cardeal Peter Turkson, que propôs a criação de um único governo e sistema monetário mundial. O documento de Roma explica que a única solução para a crise financeira e politica mundial seria a criação de tal sistema, pois só assim o mundo escaparia do colapso econômico que está para ocorrer.
Essa surpreendente declaração – vinda do maior poder religioso do mundo – traz a nós um alerta: estaríamos exatamente no tempo do fim? Tais declarações nos fazem lembrar exatamente das profecias bíblicas a respeito da segunda vinda de Jesus, quando ocorrerá o arrebatamento, a grande tribulação, o Armagedom, o milênio, o trono do julgamento e os novos céus e nova terra.
A Bíblia diz que a segunda vinda de Cristo seria precedida por um governo mundial, regido por uma só moeda e um só governante. Tanto o livro de Daniel quanto o livro de Apocalipse falam a respeito dessa forma de governo, que culminam com o aparecimento da figura do anticristo: que será o governante dessa nova ordem global. Não é assustador notar que o Vaticano, assim como as demais entidades políticas e religiosas estão chegando à conclusão de que a solução para os problemas mundiais –  que sucessivamente estão aumentando – só poderão ser resolvidos com a ascensão de tal governo?
Isso deve levar todos nós a crer que estamos no tempo do fim. O próprio Jesus disse: “Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas” (Mt 24.23).
Vejam só: eu entendo que durante várias décadas e anos muitos falaram a respeito do fim e eu não quero ter nenhuma pretensão de dizer datas ou dias a respeito do arrebatamento ou da volta de Jesus. Sinais sempre ocorreram ao longo das eras, mas a medida que o fim se aproxima esses sinais vem se intensificando mais e mais. Hoje, somos a única geração de todas as anteriores que tem condições tecnológicas, científicas e sociais para cumprir tal profecia.
Creio então que está tudo caminhando exatamente para o tempo do fim. Não podemos achar insignificante tal informação vinda de um órgão tão importante como o Pontifício Conselho Justiça e Paz do Vaticano e ignorá-la. Não deveríamos ver isso como um sinal? Não deveríamos nos alertar? Não deveríamos temer e tremer diante daquilo que ouvimos durante décadas e anos e agora os nossos próprios olhos estão contemplando?
Outra coisa que antecederia ou ocorreria quase simultaneamente junto com a manifestação do anticristo é o que o texto de 2Tessalonicenses fala: viria a apostasia, o abandono da fé verdadeira, o abandono das verdades bíblicas, o esfriamento, o desvio total da sã doutrina de Cristo.
Estaria essa profecia se cumprindo nos dias de hoje? Será que estamos cegos ao que está ocorrendo no meio cristão? Entre os evangélicos? Veja o que se tornou a cristandade atual: está ocorrendo uma total descaracterização do cristianismo bíblico e verdadeiro.
A igreja está andando junto com o parlamento, está havendo uma secularização dos ministérios, principalmente o de louvor. Todos os tipos e formas de pecados têm sido tolerados em inúmeras denominações – inclusive na liderança: paganismo romano fazendo parte da ordem do culto, ciências sociais, a cultura secular, com seu humanismo e psicologia estão ditando e sendo base de quase todo o alicerce cristão!
Tal apostasia na Igreja está em operação desde muitos anos atrás, sutilmente adentrando no Cristianismo sem que muitos percebessem. Vejam meus queridos irmãos: não é o fogo santo que está queimando no altar, isso é fogo estranho, essa forma de adoração, a liturgia dos cultos, a maneira como o cristão de hoje se veste e fala, os lugares que frequenta, a maneira que ele usa o dinheiro, os seus relacionamentos amorosos, seus círculos de amizade, está totalmente contaminado pela contextualização doutrinária e pelo mundanismo!
Como se não bastasse essa verdadeira prostituição espiritual no meio cristão, a era do anticristo seria marcada pelo ecumenismo e a igreja evangélica tem entrado nisso, tem dividido os púlpitos, os palcos, o Congresso Nacional e os meios de comunicação com idólatras, hereges e ateus. Tudo defendendo o interesse político e o partidarismo religioso, quer sinal maior que esse da apostasia? Deixemos de ser cegos, indiferentes, insensíveis e conformados com a atual realidade da Igreja. É hora de despertar do sono (Rm 13.11) e ver que o juízo de Deus é iminente sobre essa terra e sobre os falsos cristãos.
O que devemos fazer em meio a tudo isso, diante de tais informações e profecias bíblicas sendo cumpridas descaradamente? O Senhor Jesus nos dá a direção, pois Ele disse: “Vigiai porque não sabeis que hora virá o vosso Senhor” (Mt 24.42). Ele nos exorta a estar alerta. São dias de cuidarmos e darmos prioridade as coisas de Deus, coisas santas, espirituais, celestes, como está escrito em Colossenses 3.12-16.
Sempre foi e continuando sendo o tempo de buscar em primeiro lugar o reino de Deus, chegou a hora de deixar as vaidades de lado, os caprichos humanos e mundanos, sonhos infantis e abstratos que não dão nenhuma glória a Deus e não acrescentam nada ao reino, está na hora de se converter de verdade, amadurecer na fé, sermos crentes espirituais… temos que voltar para a rocha que é Cristo Jesus! Que as nossas vidas espirituais – nosso Cristianismo – seja baseado e fundamentado apenas na solidez das Escrituras, na sua autenticidade, veracidade e suficiência.
O que Oséias 4.6 está anunciando? “O meu povo foi destruído porque lhe faltou o conhecimento”! Todo esse cenário de destruição e de declínio espiritual está ocorrendo devido à ignorância e desprezo por parte da Igreja das verdades da Escritura!
Essa é uma mensagem de alerta. Deus ainda está tendo misericórdia de muitos que estão brincando com a fé, que estão abusando da graça e da misericórdia, que estão profanando o santuário de Deus, que é seu corpo – vivendo em deleites, orgias e mentiras. Ele continua poupando aqueles que ainda estão fechando negócios sujos em nome da fé, forjando planos sórdidos para construir seus impérios pessoais em nome de Cristo, pois Ele é benigno, compassivo e misericordioso!
Veja o exemplo de Noé: tudo isso estava acontecendo nos tempos de Noé, toda essa depravação. Deus então os avisa, lhes dá um tempo para mudarem – cento e vinte anos, eu disse cento e vinte anos de misericórdia – dizendo que caso contrário o juízo viria. Mas, infelizmente, o juízo foi inevitável para a geração de Noé. Estamos vivendo esses cento e vinte anos. Apesar de todo esse estado espiritual degradado da terra Deus ainda tem esperado pelo arrependimento dos homens, tem sido longânimo, compassivo e tem demonstrado sua abundante graça!
Por favor – eu te suplico – não despreze isso! Converta-se, arrependa-se, abra mão de tudo e de todos que te desviam da fé e que te fazem pecar. Ele disse: “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã” (Is 1.18)  e acrescenta: “O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (Jo 6.37).
Esse é o meu Deus, esse é o seu Deus, o nosso Deus, um Deus de misericórdia e de amor. Apresse-se. O fim está próximo, os sinais estão aí em todos os lugares, arrependa-se pelo seu pecado, converta-se, e que pelo Espírito Santo você venha de fato nascer de novo, para que você seja salvo e no dia do arrebatamento você suba com Ele.
Agora, se isso não acontecer, você conhecerá a ira de Deus e os seus juízos sendo despejados na terra e o inevitável ocorrerá: você será condenado. Amém.
 Pr. Paulo Junior.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

NBC prediz: Todos os americanos receberão um implante RFID em 2017

RFID (do inglês "Radio-Frequency IDentification" )




A NBC está prevendo que o Chip RFID será implantado em americanos em 2017 será esta a peça  inicial da marca da besta?

Se você colocar o Microchip  RFID,eles podem acompanhar todos os seus movimentos, controlar o seu dinheiro, controlar a sua comida e até mesmo possível matá-lo se você não obedecer!

Um certo número de estados como o estado da Virgínia, EUA querem  "impedir a legislação da marca da besta" em um esforço para parar com isso.

Lembre-se, eles fazem as coisas ao longo do tempo para condicionar a população a pensar que isso é normal. Por favor, entenda, você é apenas um número para o governo.

O Chip RFID é para os governos o que significa que querem controlá-lo para o resto de sua vida.




Fonte: Nos dias de Noé

Esqueça PS4 estamos perto de uma catástrofe radioativa



Essa semana já postei um artigo sobre o preço abusivo do PS4, que apenas comprova como o Brasil está idiotizado e dominado por um governo corrupto pró Nova Ordem Mundial.


As pessoas discutem e brigam pelo preço do PS4 como se isso afetaria totalmente a vida delas, como se fosse algo essencial para a sobrevivência humana. Mas pessoal com essa postagem vamos dar um “choque” de realidade do que realmente é importante nesse momento.


Tenho certeza que as pessoas que leram minha postagem: Importação: PS4 chega ao Brasil por 4 mil reais, mostrando como o governo rouba o povo, já deve ter pesquisado e saber com detalhes o “porque” o console custar 4 mil reais. Mas, além disso, você sabia que humanidade está em um momento crucial de vida ou morte? Alguém falou disso com você hoje? Estou falando aqui da usina de Fukushima, o maior acidente nuclear desde Chernobyl, local onde até hoje não se pode devido a altas taxas de radiação. 



O reator de Fukushima está prestes a desabar
Essa semana a Tepco, ou Tokyo Electric, que era a empresa proprietária da usina nuclear de Fukushima, informou que já está prestes a começar uma tentativa de remoção de 1.300 tubos de combustível de um dos tanques que está ferrado a 50 metros do chão.

Este tanque está no alto de um prédio todo arrebentado. A construção está prestes a desabar, além de suas estruturas já estarem afundando no solo e entortando o prédio, todo mundo já sabe que é questão de tempo 
para ela ruir de vez.



O problema do prédio e a “piscina radiativa” que tinha dentro dele, que abastecia o reator nuclear da Usina. A piscina tem quase 400 toneladas de combustível nuclear, que quando derramar irá espalhar 15 mil vezes mais radiação do que foi derramada em Hiroshima e Nagasaki. Segundo a imprensa internacional, a Tepco não tem dinheiro para bancar a operação de remoção dos resíduos contaminantes. Aliás, talvez ninguém tenha, e nem os Governos mundiais vão querer ajudar.

Porque para retirar todo esse lixo radiativo teria que ser uma missão insana que demandaria um esforço a nível mundial. Só que está todo mundo mais preocupado se vai ou não comprar o PS4 não é mesmo? A galera que vive em um mundo alienado não faz nem ideia do que estamos falando aqui, sobre os milhões de litros de água radioativa contaminada que já vazaram na região, onde está a usina de Fukushima desde que a usina foi arruinada por um Tsunami em 2011. Segundo alguns relatos, provavelmente americanos já estão respirando o ar radioativo provenientes de Fukushima.
A situação vai piorar em questão de tempo 



Nos últimos meses já foram encontrados centenas de peixes contaminados pela radiação de Fukushima na Califórnia. Isso é apenas o começo de um evento que pode ser a nível mundial. O governo japonês percebendo essa situação emergencial já proibiu a pesca na região da Usina, porque já foi encontrados peixes com níveis de radiação até 10 vezes maior que o nível normal. Só que o peixe não fica parado, né amiguinho. Os cardumes se deslocam pelo oceano, e nem mesmo a água no oceano esta parada. Isso tem contribuído para a radiação se espalhar até pelas costas brasileiras. 


Porque não param de jogar água radioativa no mar?

Na verdade os caras estão tentando de tudo para parar esse vazamento, mas a situação está tão critica que não tem o que fazer. A empresa responsável pela usina precisa primeiramente resfriar os núcleos dos reatores nucleares. Mas não é apenas um reator, são três que estão comprometidos. O pior de tudo isso é que os reatores viraram uma bomba nuclear a céu aberto, se eles não resfriarem os reatores, ele vai explodir estilo Nagasaki e Hiroshima, sacou?


Os especialistas em desastres nucleares concluíram que o vapor que está ainda saindo dos reatores desde 2011, indica que ainda está ocorrendo o processo de fissão nuclear dentro dos reatores. Eles relatam que provavelmente esta reação está ocorrendo no subsolo dos reatores, mas até agora ninguém sabe onde. Mas mesmo que eles descubram onde é, seria impossível algum ser humano chegar nesse local (morreria rapidamente questões de minutos).

Para conseguir realizar está tarefa o Japão está numa corrida tecnológica para a criação de um robô humanóide para realizar este perigoso trabalho. Existe outro problema grave em Fukushima (como se já não houvesse um monte), a água jogada nos reatores para resfriá-los fica extremamente contaminada, e armazenada em tanques. Mas eles foram construídos meio que “nas coxas”, devido à situação emergencial e eles pode causar outra catástrofe, isso porque eles são frágeis.

Em caso de um terremoto mais forte, os tanques podem se romper, produzindo uma piscina radioativa, que poderia atingir boa parte da população do Japão. A notícia ruim e que parece, que alguns desses tanques já estão vazando. O lugar também virou uma “bomba relógio”.

Se você acha que eu já dei todas as más notícias, espere só até saber que a apenas 50 metros da unidade 4 existem mais de 6.000 varas de combustível em um tanque. Alguma dessas varas contém plutônio. Este tanque não tem nenhuma contenção extra, está vulnerável à perda do isolamento estrutural, e o colapso de algum prédio próximo, outro terremoto, Tsunami, ou seja, lá que merda que possa dar, tem risco dele ser atingido e produzir uma reação nuclear em cadeia. Mas ainda não é tudo! Sabe-se que há pelas redondezas do complexo nuclear de Fukushima mais de 11.000 varas de combustível espalhadas por lá. Um especialista chamado Robert Alvarez, do departamento de energia do Japão disse:

“Há cerca de 90 vezes mais césio no local do que o que foi liberado em Chernobyl. Pontos de radioatividade continuam sendo encontrados em todo o Japão. Já há indicações de áreas com grande incidência de problemas na tireóide de crianças.”
Mas por que não tiram essas varas de lá?

Aí que está o X do problema. As varas são bombas potenciais. Se elas não estiverem submersas, elas podem, em contato com o ar, explodir! O combustível dessas varas é revestido em uma liga de zircônio que pega fogo em contato com o ar. O Zircônio queima em uma temperatura absurdamente quente. Cada bastão desses 11.000 emite radiação o suficiente para matar alguém próximo em questão de poucos minutos.

Se apenas um deles pegar fogo, vai ser uma tragédia das grandes. Todo mundo tem que dar no pé, porque ninguém é burro. Arnie Gunderson, uma engenheira nuclear com quarenta anos de experiência na fabricação de varas de combustível nuclear alertou que as varas que estão dentro do reator da unidade quatro estão tortas, danificadas e trincadas já ao ponto de quebrarem. As câmeras mostraram quantidades preocupantes de destroços no tanque de combustível, que já parece estar bem danificado.

O problema é este. Eles precisam correndo esvaziar este tanque, mas se as barras forem expostas ao ar elas pegarão fogo, liberando quantidades monumentais de radiação para a atmosfera. Se ela explodir, pode abalar a estrutura física do prédio que já não está “lá essas coisas”. Aí o pior seria o tanque vir abaixo, derrubando as varas juntas em uma pilha que – Aí é a merda completa – ativaria o processo de fissão e explodiria, produzindo uma nuvem radioativa incomensurável, que ameaçaria a segurança e saúde do mundo todo.


Se a nuvem resultante chega às camadas mais altas da atmosfera, ela vai encontrar uma área de vento constante que dá a volta no planeta. Isso levaria radiação “pra tudo que é lado”. Pra você ter uma ideia do poder do vento, os primeiros vestígios de radiação que Chernobyl chegou lá na Califórnia em cerca de dez dias.

Os vestígios de Fukushima chegaram em menos de uma semana. Se manobra que eles vão tentar fazer der errado, um novo incêndio no tanque de combustível do reator quatro pode liberar uma catástrofe nuclear num nível nunca antes visto no nosso planeta. Estaríamos expostos à radiação venenosa por séculos. O ex-embaixador Mitsuhei Murada disse que se esta operação der errado, ela:

Destruirá o ambiente mundial e nossa civilização.
Sentiu a pressão?


Não é atoa. A situação está critica e tem gente “ta tampando o sol com a peneira”. Segundo Eriko, Membro da Câmara de Vereadores (Direita Nacional do Japão), disse numa entrevista com Katsutaka Idogawa, prefeito de Futaba, que o governo japonês tem agido de forma canalha com o povo. Muita gente tem relatado que pedem exames, mas o governo se nega a realizá-los. Até o prefeito disse que está tendo sangramento nasal diário, seu cabelo caiu e eles não permitem que ele faça exames de saúde adequados.

Hoje, na atual conjuntura, nem a Tokyo Electric ou o governo do Japão podem fazer a limpeza dessa área sozinha. A única esperança seria um esforço em conjunto mundial dos melhores engenheiros e cientistas disponíveis, o que, para nosso medo supremo, não deve acontecer, porque cada país ta mais preocupada com suas questões mundanas.

Os EUA estão em briga econômica, definido entre dar calote ou não nos credores de dívida, a Rússia está preocupada com a crise dos gasodutos na Síria, a união européia só pensa na crise do Euro e na briga entre Alemanha e países mau economicamente. A América do sul é o “A lek lek lek” de sempre, o Canadá não parece estar nem aí, e a China e Coréia estão resolvendo problemas internos.
O que você pode fazer para ajudar?

Bom, quer dizer, eu acho que o melhor que podemos fazer é passar horas úteis da nossa vida, vivendo experiências interessantes na companhia de pessoas que amamos. Amigos parentes. Assim, se der uma merda realmente catastrófica, pelo menos teremos aproveitado a vida. Se esconder em casa com medo seria apenas protelar o inevitável. Mas antes que me acusem de disseminar o pânico com notícias alarmistas, é importante ver os dois lados da moeda.
A coisa pode não ser tão ruim quanto parece

Recentemente, o chefe da agência nuclear do Japão criticou a operadora da usina de Fukushima por sua incapacidade para explicar adequadamente os problemas, o que segundo ele, estava inflando os temores ao redor do mundo. Shunichi Tanaka, presidente da Autoridade de controle nuclear, disse que a informação dada pela Tokyo Electric Power (TEPCO) sobre o nível de contaminação radioativa era “cientificamente inaceitável”.Ele também criticou a cobertura da mídia sobre a série de vazamentos de água contaminada, dizendo que os relatórios estavam dando uma falsa impressão da gravidade da situação na usina atingida. Para ele, as coisas não estão tão más. As criticas de Tanaka vieram após a TEPCO anunciar que detectou um hotspot com uma leitura de 2.200 millisieverts por hora.

“O que TEPCO está falando é o nível de contaminação, descrevendo-o com ‘millisieverts por hora” e essa unidade é cientificamente inaceitável. É como descrever o quanto pesa algo usando centímetros, disse ele, acrescentando que a unidade “becquerel” era mais apropriada. A TEPCO confirmou que uma leitura de 2.200 millisieverts por hora seria suficiente para matar uma pessoa em questão de horas. Mas especialistas salientaram que esta leitura é feita muito próxima da fonte da radiação. Ela cai drasticamente, para 40 millisieverts por hora a apenas 50 centímetros de distância.”

Segundo ele, o tipo de radiação que está sendo emitida é de energia muito baixa, o que significa que essa radiação não é capaz de penetrar no corpo facilmente. Isso significa que enquanto que a dose pode realmente ser fatal para uma pessoa pelada nadando na piscina do reator, ela seria pouco perigosa para um trabalhador equipado com traje de proteção a uma distância segura. Tanaka disse que a cobertura da mídia no episódio de Fukushima tem sido prejudicial ao país.

O Japão recebe críticas do exterior por causa de informações erradas, disse ele aos repórteres. Segundo Tanaka, os temores de uma catástrofe ambiental de vazamentos de água radioativa foram exagerados. Pelo que podemos ver a partir de dados existentes, até agora não há nenhum efeito significativo sobre o Pacífico.

Milhões de litros de água radioativa estão sendo armazenados em tanques temporárias em Fukushima, 220 km ao norte da capital japonesa. A maior parte da água foi usada para resfriar reatores derretidos no acidente do tsunami de março de 2011. Com a descoberta dos vazamentos de alguns desses tanques, e nas tubulações de alimentação, surgiu um sentimento crescente de crise na mente do público. Cientistas independentes geralmente concordam com Tanaka sobre a importância de distinguir entre o nível de contaminação em pontos quentes radioativos e seu impacto efetivo sobre o meio ambiente.

Os vazamentos de radiação no local de Fukushima são muito preocupantes. Mas até agora os lançamentos para o Oceano Pacífico foram muito menores do que no acidente, disse Jim Smith, professor de Ciência Ambiental da Universidade britânica de Portsmouth. Paddy Regan, Professor de Física Nuclear da Universidade de Surrey, chegou a dizer que água tóxica contém radiação “beta”, que é mais fraca do que a radiação “gama”. Os trabalhadores podem chegar perto da fonte de radiação beta, sem um perigo significativo radiológico, disse Regan.

Tanaka disse que a Tepco não tinha experiência em monitoramento de radiação. “Talvez tenhamos que levá-los pela mão e ensiná-los o passo-a-passo”, disse ele. Pelo que podemos ver, o funcionário do governo está preocupado com o modo como o problema de radiação no Japão está sendo mostrado ao mundo. Ele diz que os caras da Tepco são tapados, o que me deixa um pouco preocupado, pois quem está trabalhando na desmontagem do circo dos horrores são eles. Seja como for, muitos cientistas não estão tão preocupados.

A operação de remoção do combustível radioativo presente no reator 4, o único que não estava em funcionamento quando o complexo foi atingido pela tsunami começa no mês que vem, mas segundo Ennio Peres da Silva, coordenador do laboratório de hidrogênio, que é ligado ao Instituto de Física da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realmente existe um risco de acidente durante a operação, mas ele é reduzido. Segundo ele, o tal acidente poderá ser provocado apenas se ocorrer uma falha humana de operação. Ele avalia que:

Se tivesse que explodir, já teria acontecido há muito tempo.

O colapso da usina de Fukushima não foi causado pelo terremoto, mas sim porque o tremor cortou as linhas de energia que mantinham ligado o sistema de refrigeração dos reatores. Um segundo sistema, acionado por geradores a diesel, passariam a funcionar, mas eles foram afetados pela água do mar trazida no tsunami. Após as explosões nos reatores, 55% do núcleo do reator 1 derreteu, 35% do reator 2 teve o mesmo destino, assim como 30% do reator 3. O calendário proposto pela Tepco e governo do Japão prevê que a desmontagem total do complexo de Fukushima (além de descontaminação do solo) só deve ocorrer mesmo até 40 anos após a explosão de 2011, ou seja, só em meados de 2051!

O reator 4 do complexo de Fukushima não estava em funcionamento quando ocorreram o terremoto e tsunami, mas dentro dele estavam armazenados 1.331 elementos combustíveis que já haviam sofrido irradiação (passaram pelo núcleo do reator e participaram do processo de geração de energia) e outros 204 novos que ainda não foram usados. Essas barras de combustível precisam ficar armazenadas, separadamente, em piscinas cheias de água para que diminuam os níveis radioativos desses elementos e, conseqüentemente, reduzam sua temperatura.

Segundo Silva, um acidente só ocorreria se, durante o processo de limpeza do reator 4, essas barras, por acidente, fossem colocadas muito próximas umas das outras.Neste caso, ocorreria a formação de uma massa crítica (acúmulo de urânio em determinado espaço) dando início a uma reação em cadeia de fissão nuclear (quebra do núcleo de um átomo em dois outros menores)

A professora Emico Okuno, professora do departamento de Física Nuclear da Universidade de São Paulo (USP), reforça que a operação é “dificílima”, mas que a probabilidade de ocorrer uma reação em cadeia “é muito pequena”. Emico diz ainda que o combustível colocado na piscina, após ser retirado do reator, ficou fraco e “economicamente não viável”.

Luís Antônio Albiac, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) também considera baixo o risco de acidente da operação de limpeza.Seja como for, ficamos na torcida para que as más notícias provenientes do Japão se restrinjam ao alto preço do Playstation 4 no Brasil.


Via: http://www.nosdiasdenoe.com

domingo, 20 de outubro de 2013

Pastor que seria apedrejado por muçulmanos ora por agressores e escapa da morte milagrosamente


O testemunho de um pastor que seria apedrejado pelos amigos que descobriram sua conversão ao cristianismo tem percorrido o mundo como um símbolo de resistência à perseguição religiosa e amor a Deus.
Pastor Ibrahim vive num dos países que integram o grupo chamado de Stan Nations, onde a perseguição a cristãos por parte dos muçulmanos é mais intensa, segundo um relatório da entidade Global Advance.
Quando teve sua conversão descoberta por seus amigos muçulmanos, Ibrahim foi avisado que ele seria morto apedrejado, conforme a tradição em que acreditavam, de que um muçulmano que se converte a outra religião deve ser morto.
Num ato de frieza, os amigos do pastor, à época novo convertido, sugeriram que ele se despedisse de sua esposa antes de sair de casa.
A postura de fé de Ibrahim o fez agir de forma diferente: ao sair de casa, despediu-se de sua mulher dizendo que em breve voltaria. Segundo o pastor, ele também gostaria de preservar sua esposa de medo e preocupações, e até de retaliações, caso ela tentasse impedir o apedrejamento.
Levado a um lixão local, Ibrahim foi espancado, e quando um dos amigos ergueu uma pedra para matá-lo, ele passou a orar por seus agressores. O homem que iria iniciar o apedrejamento caiu de joelhos gritando: “Eu não posso matar o homem que está proclamando bênção sobre os meus filhos!”, afirmou.
Esse testemunho do pastor Ibrahim é apenas um dos diversos que acompanham cristãos que vivem sob perseguição ao redor do mundo. Segundo a Global Advance, em países da África, Oriente Médio e Ásia os ataques terroristas contra cristãos tiveram um aumento de 309% nos últimos dois anos.

sábado, 5 de outubro de 2013

Os cantores evangélicos que foram comprados!


  
Ser cantor gospel no Brasil tornou-se o sonho de muito crente. Gente que do meio da igreja luta para gravar seu primeiro CD, emplacar algum sucesso para lotar a agenda, pegar a estrada e fazer carreira musical entre os evangélicos. O ideal parece coerente, pena que no universo da música gospel tal sentimento tornou-se inocente. Na realidade o objetivo de desenvolver um “ministério de louvor” para abençoar vidas por meio da música tão logo vai se perder e se comprometer com as aspirações comerciais e reais dessas gravadoras cujo foco principal é o de ganhar muito dinheiro!
Foi-se o tempo em que nossos cantores cultivando o humilde espírito cristão gravavam seus trabalhos em pequenas e boas gravadoras de irmãos da fé. Todos os músicos e back vocal serviam a Deus e se entregavam na criação de álbuns que em regra geral eram bons, baratos e vendidos em igrejas e livrarias evangélicas. O tempo passou e a expertise musical quis profissionalizar os cantores, ampliar o aparato das gravadoras, refinar e direcionar as composições, o que por fim teve que esvaziar-se de espiritualidade e enveredar-se pelo caminho sem volta do comércio gospel. Feito isso, nosso louvor tornou-se em ritz, nossa adoração foi sendo remixada e banalizada  e hoje são tocadas para desfiles de mulheres semi nuas em campeonatos de musculação, são pedidas por jogadores em gols da rodada, são tocadas como apelo emotivo no fim de palestras de motivação e para nossa tristeza – e não para nossa alegria, o novo cenário da música gospel no Brasil mostra-se secular e puramente comercial.
Nesse mercado fonográfico gospel o ritmo frenético é o das vendas. As letras das músicas misturam-se com cifrões em notas de valor elevado; caixas de CDs empilhados para sair das distribuidoras representam milhões; convites são sinônimos de entrada de receitas em forma de ofertas disfarçadas para gabar-se que não louva por cobrança de cachê. Se vende muito no atacado, no varejo, com promoção e queima de estoque e compra parcelada no cartão. É um mercado consolidado e promissor que supera muitas aéreas de crescimento econômico em nosso país. As gravadoras seculares descobriram que arrebanhar cantores evangélicos é um excelente negócio; afinal os últimos levantamentos comerciais do meio revelaram que em vendas fonográficas a música gospel só perde no momento para cantores sertanejos de tanto que se popularizou. Fizeram de nossos cantores artistas, de nossos louvores negócio e quem sustenta e paga essa banca somos nós.
Alguns cantores evangélicos no Brasil tornaram-se estrelas e firmaram-se entre uma constelação de gente rica e famosa. Frequentam programas de TV, estampam capas de revistas de grande circulação, ganharam marcas e grifes, inspiraram filmes e abriram caminho para quem vislumbra ostentar tal posição. No mundo dos negócios e da fortuna a fama tem seu preço e assim a liberdade para compor louvores de adoração e edificação foi isolada numa cadeia de ganâncias quando tais cantores assinaram seus contratados de riqueza à custa dos seguidores do Evangelho de Cristo.
Esses astros evangélicos não conseguem frequentar os cultos da própria igreja em que congregam por que a agenda não os permite; não atendem a qualquer pedido a menos que o cachê seja compatível com o status elevado de sua avultada fama. Dependendo da gravadora com a qual tem contrato precisam seguir à risca as exigências comerciais que permeiam o acordo. Outra verdade é que a liberdade para compor o repertório está subordinada as diretrizes de mercado, a tendências, a nichos e por aí vai. Canta-se o que vender mais CDs e DVDs e não o que agrada a Deus e edifica os crentes!
Não quero desanimar os aspirantes a estamparem seus nomes no mundo da música gospel, mas o alerto para uma realidade aterradora – você correrá o grande risco de ficar escravo de um sistema comercial pseudo cristão que rouba espiritualidade e absorve tudo por sua necessidade material de grana, fama e glamour. É um ambiente comercial que monetiza a fé, que fatura por cantar sentimentos e esperanças cristãs com rosto de ovelha e voz de dragão (espírito) – igual ao da besta apocalíptica que subiu da terra (Apocalipse 13).
Cobram cachês astronômicos que variam de R$ 10.000,00 a R$ 250.000,00 e ainda tem a hipocrisia de dizerem que estão servindo a Deus com seus ministérios; conversa fiada! Não é incorreto cobrar despesas de locomoção, alimentação, hospedagem e até um valor adicional específico; o inaceitável (pelo menos deveria ser assim) é fazer do “ministério musical” um grande negócio de enriquecimento e fama. Cantar das graças de Deus, não pode ser de graça porque há ônus, mas não deveria ser feito como forma de explorar os crentes. Me admiro de pastores que patrocinam esses cantores ao pagar-lhes altos cachês, ao passo que negligenciam o financiamento de trabalhos evangelísticos, sociais e missionários; isso é absurdo!
Gravar CD para não poder cantar o que o Espírito inspira; não poder ir a igrejas menores por conta de cachês extravagantes; não poder falar com os irmãos a não ser por meio de assessoria é um modelo de “ministério” dissecado pela secularização e inflamado pela exploração do mercado cristão. Se muitos de nossos irmãos inocentes soubessem como o esquema comercial funciona talvez nem comprassem essas produções musicais  que parecem fazer bem à alma ao mesmo tempo que enriquecem seus intérpretes e produtores. Entendo que cantar e não ter voz própria por tê-la vendido junto com a alma a um sistema voraz de comércio é fugir do chamado e renunciar ao propósito do dom recebido de graça para louvar e engrandecer a Deus!
Fonte: Gnotícias - Silvio Costa
 Jesus está voltando e as pessoas só querem saber das coisas materiais esquecendo tudo que foi dito por Deus em sua palavra ( Bíblia ). Estão trocando o eterno com as coisas passageiras. Buscam seus próprios interesses, querem ser adoradas, querem reconhecimento, fazem do altar um palco , esqueceram que o único que deve ser adorado é Deus.
 Buscai em Primeiro Lugar o Reino de Deus e a Sua Justiça e Todas as Coisas vos Serão Acrescentadas.  Mateus 6. 33
Daiane souza