quarta-feira, 28 de maio de 2014

Foi detectada uma enorme explosão em uma galáxia próxima à Terra


Um satélite da NASA detectou um súbito lampejo de raios gama na galáxia de Andrômeda, a mais próxima da Terra, o que pode significar que as duas estrelas colidiram.

Observatório Swift: ''O telescópio cósmico da NASA pegou uma forte emissão de raios gama súbita às 21:21 GTM em 27 de maio, informa o site  Universe Today. Os astrônomos não tem certeza se isso é uma explosão de raios gama, também conhecido como BRG, ou raio-X ultraluminosas (ULEX) ou até mesmo uma pequena explosão de estrelas binárias de raios-X. Os cientistas explicam que, se é um BRG, a explosão provavelmente veio de uma colisão de estrelas de nêutrons.
Se é um ULEX, a explosão veio de um buraco negro que consome gás. Se a base foi binários de raios-X, causou um buraco negro ou uma estrela de nêutrons, que destruiu sua estrela companheira.  Mas seja o que for, os cientistas anunciam que é o evento do tipo mais próximo que os astrônomos puderam observar pela primeira vez na história da cosmologia. Um dos mais recentes surtos mais próximo GRB estava a uma distância de 2,6 milhões de anos-luz, enquanto que a Galáxia de Andrômeda é de 2,5 milhões de anos-luz da Terra. Segundo os astrônomos, mesmo que essa explosão esteja mais próxima da Terra, não há nenhum perigo para o nosso planeta a ser afetado por raios gama. 

RT

Nenhum comentário:

Postar um comentário